Câmara homenageia Euler pelo conjunto da obra

Manaus – Médico, pesquisador, escritor e ex-deputado federal. Essas são algumas atribuições do currículo vasto do itacoatiarense Euler Ribeiro, personalidade homenageada pela Câmara Municipal de Manaus (CMM) durante sessão especial de Outorga da Medalha de Ouro Adriano Jorge, que aconteceu na manhã desta quarta-feira (17). O autor da propositura foi o vereador Paulo Nasser (PSC), subscrita pelo colega Elias Emanuel (PSB). A homenagem foi conduzida pelo presidente Isaac Tayah (PSD).

De acordo com Nasser, que é ex-aluno do homenageado, Ribeiro é uma referência em questões médicas. O proponente afirma que seus estudos e interesse em ajudar ao próximo o tornam um cidadão internacionalmente reconhecido. “Após conhecermos sua biografia fica evidente que é um ícone na saúde estadual, nacional e estrangeira. Suas pesquisas mostram ao mundo o trabalho que desenvolve em nossa região”, cita. O socialista lembrou que em 1974 teve a oportunidade de ser instruído por Ribeiro, que é graduado em anestesiologia e especializado em cardiologia, geriatria, gerontologia, pneumologia e tisiologia. “Ainda hoje é um contribuinte da educação em nossa capital. Tem sete livros publicados e o seu conhecimento merece nossa retribuição”, finaliza.

Para Tayah, que também foi aluno do geriatra, o modelo do serviço prestado pelo profissional pode ser comparado ao médico da família pela atenção dedicada à comunidade. O presidente também disse que o fato de Ribeiro ter passado pelo parlamento não quer dizer que ainda hoje não “faça política”, o que segundo Tayah, pode ser implementado por meio de ações públicas como os atendimentos médicos. “A ação parlamentar não acontece somente em uma casa parlamentar, mas também na busca por melhorias na vida da população.

Marcamos história ao expor a biografia de Ribeiro. Agradecemos seus ensinamentos”, expressou.
Atualmente o geriatra é professor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e diretor da Universidade Aberta da Terceira Idade (Unati/UEA). Durante a solenidade os alunos da Unati cantaram a canção “Amigos”, de autoria de Roberto e Erasmo Carlos. Em seu discurso, Ribeiro disse se sentir envaidecido pelas dedicatórias recebidas. O homenageado relembrou que passou a se preocupar com a longevidade após ter um problema de saúde, aos 33 anos de idade. “Estou com 71 anos e sinto ter a metade dessa idade e isso graças ao entendimento do que é melhor para nossa saúde. Agradeço a minha família, equipe e a todos os idosos que acompanham meu trabalho”, discursou.

(Fonte: Priscila Caldas-Fotografia: Plutarco Botelho)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.