Brasil precisa superar ‘complexo de vira-lata’ na mobilidade urbana, diz Dilma

(Fonte: JB)

A presidente Dilma Rousseff afirmou, na manhã desta sexta-feira, em São Paulo, que o Brasil precisa superar seu “complexo de vira-lata” em relação a investimentos em mobilidade urbana.

A presidente participou de cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, para anunciar investimento de R$ 5,4 bilhões de verbas federais para obras de expansão do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

Segundo a presidente, durante as décadas de 1980 e 1990, os investimentos em transporte urbano como trens e metrôs eram considerados “inadequados” por conta do alto custo das obras.

“Por isso foi tão bom pagar a nossa dívida com o FMI (Fundo Monetário Internacional), que não supervisiona mais nossas obras”, afirmou a presidente, se dirigindo ao governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB). De acordo com Dilma, o governo federal investe atualmente R$ 140 bilhões em mobilidade urbana.

Dilma oficializou o investimento nesta sexta-feira, ao lado do governador Geraldo Alckmin e do prefeito da capital, Fernando Haddad (PT), além do ministro das Cidades Aguinaldo Ribeiro.

Uma parte dos recursos será destinada à expansão da Linha 2-Verde do Metrô, ligando os bairros Vila Prudente e Vila Formosa, na zona leste. Também será ampliada a Linha 9-Esmeralda, da CPTM, para a zona sul e implantado o trem urbano que vai ligar o aeroporto de Guarulhos à zona leste de São Paulo. Além disso, haverá modernização de 19 estações do trem metropolitano, informou a presidente.

De acordo com a presidente, o governo federal está investindo R$ 21 bilhões em mobilidade urbana no Estado de São Paulo. A verba anunciada hoje faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade Urbana.

Durante a cerimônia, Haddad anunciou que São Paulo terminará o ano de 2013 com 300 quilômetros de faixas exclusivas de ônibus na cidade.

Atualmente, a cidade possui 236,4 quilômetros desse tipo de espaço dedicados aos coletivos. A meta inicial da prefeitura era instalar 220 quilômetros dessas faixas.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.