Belém: Inauguração da nova Santa Casa terá protesto

(Foto: Rodolfo Oliveira – Ag. Pará)

Concursados prometem fazer um ato de protesto durante a inauguração do novo prédio da Santa Casa de Misericórdia do Pará, na travessa Bernal do Couto, no bairro do Umarizal, em Belém, marcada para a próxima segunda-feira (16), às 9h.

O objetivo da manifestação é cobrar as nomeações de centenas de aprovados noConcurso Público C-153, promovido em 2010, pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). Entre os concursados, constam: enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas, nutricionistas, sociólogos, administradores, assistentes sociais, assistentes administrativos e agentes de portaria.

Além das nomeações de cerca de 600 aprovados no cadastro de reserva, em substituição a centenas de pessoas contratadas pelo órgão para atender a interesses políticos, a Associação dos Concursados do Pará (Asconpa) também denunciam uma série de irregularidades na Sespa, relacionadas a demora nas nomeações do aprovados no concurso.

Segundo o presidente da Asconpa, José Emílio Almeida, entre as irregularidades, está a contratação de funcionários para ocupar vagas destinadas aos candidatos aprovados no concurso, cujos salários são pagos com notas de Empenho e Ordem Bancária, sob a rubrica de Serviço de Terceiros Pessoa Física, em vários hospitais da rede, entre eles o Hospital Abelardo Santos, que pertencente ao 1ª Centro Regional de Saúde da Sespa e que não entraria na folha de pagamento do órgão.

“Para dificultar as nomeações, a Sespa se recusa a convocar os concursados para qualquer um dos 42 órgãos pertencentes ao 1ª CRS, que compreende toda a Região Metropolitana de Belém. O mesmo não acontece quando políticos do PSDB fazem o pedido”, provoca Emilio.

Durante o protesto, os concursados tentarão audiência com o governador Simão Jatene.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.