Belém é a segunda cidade mais honesta, afirma teste

(Foto: Bruno Carachesti/Diário do Pará)

E se você achasse pela rua uma carteira com dinheiro e dentro tivesse um cartão de identificação do dono com todos os contatos? Devolveria? Se você mora em Belém, existe uma grande probabilidade de que a resposta para o questionamento seja: sim, devolveria!

Pelo menos é o que afirma o teste realizado pela revista Seleções de Reader’s Digest, que apontou Belém como a segunda capital mais honesta do Brasil num ranking de avaliação.

A proposta da pesquisa era medir a honestidade do brasileiro em algumas capitais. Os moradores de Belém devolveram oito carteiras de um total de 12 deixadas pela cidade. Finalizado em setembro, o levantamento foi realizado em seis cidades brasileiras. Para o teste, 12 carteiras foram deixadas em locais públicos. Dentro delas havia R$ 100 em dinheiro (uma nota de R$ 50, duas de R$ 20 eu uma de R$ 10), notas fiscais de estabelecimentos comerciais, bilhete de metrô, foto de criança e cartões de lojas, além de um cartão de visita do suposto dono, com telefones fixo e celular.

De acordo com a publicação, a partir da pesquisa é possível analisar a honestidade do brasileiro através da observação de cada pessoa que encontrasse uma das carteiras e por meio de entrevista com aquelas que as devolvessem. A editora da Seleções, Raquel Zampil, destacou, ao anunciar os resultados do teste, que, apesar de não se tratar de um teste científico, a experiência mostrou que as pessoas que entregaram as carteiras entendem a honestidade como uma convicção pessoal, um atributo não negociável, adquirido principalmente pelo exemplo familiar.

A publicação escolheu seis cidades, divididas em grande, médio e pequeno porte, respectivamente: Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, Belém, Bento Gonçalves e Dourados. De um total de 72 carteiras deixadas nas localidades, 39 foram devolvidas com dinheiro, equivalente a 54%, contra 33 não devolvidas. Das 39 carteiras devolvidas, 24 foram por homens, 12 por mulheres e três por casais. No quesito idade, 33,5% das carteiras foram devolvidas por pessoas de até 25 anos, 33,5% por pessoas entre 26 anos e 40 anos, 26% por pessoas entre 41 anos e 60 anos e, finalmente, 7% por pessoas de mais de 61 anos.

Terra de honestos

Os próprios paraenses se identificam como pessoas honestas, que compreendem os direitos individuais de cada cidadão. É nisso que acredita o vistoriador de trânsito Rui Guilherme, 54. “Tiro por mim. Às vezes, alguém passa o troco errado e eu devolvo o dinheiro a mais. O que é meu é meu; o que é dos outros é dos outros”, explicou sentado ao lado do filho, em frente a um quiosque de fabricação de chaves, na Praça da República. “Uma vez, uma senhora deixou cair um negócio da bolsa dela. Peguei do chão, gritei para ela voltar e devolvi”, conta o pequeno Rafael Leitão, 10, após ouvir empolgado o exemplo do pai.

“Belém é uma terra de gente honesta, trabalhadora”, afirma a agente comunitária de saúde Maria Auxiliadora, 45, enquanto aguardava o ônibus para voltar ao lar. “A honestidade é adquirida pela educação. Confesso que às vezes me acho ética demais e chego a pensar se é esse mesmo o caminho, já que muita gente é corrupta. Mas no fim compreendo que cada um tem que fazer a sua parte para o mundo mudar”, argumenta.

Dono de uma banca de revista na avenida Presidente Vargas, José Alcir Freitas, 51, conta que o exemplo veio de casa, da família.

“Tive uma criação muito rígida, sempre soube a diferença do certo e errado. Aqui na banca, por exemplo, de vez em quando o povo esquece máquina fotográfica, DVD, CD… Eu deixo aqui até o dono aparecer. Essa pesquisa tá correta. Assim como o paraense é acolhedor, ele procura ser honesto”, sorri José Alcir.

Como foi o teste

Em seis cidades brasileiras, 12 carteiras foram deixadas em locais públicos, em setembro.

O RANKING

1º São Paulo (SP)
Carteiras devolvidas – 9
Não devolvidas – 3

2º Belém (PA)
Carteiras devolvidas – 8
Não devolvidas – 4

3º Salvador (BA)
Carteiras devolvidas – 7
Não devolvidas – 5

4º Bento Gonçalves (RS)
Carteiras devolvidas – 6
Não devolvidas – 6

5º Dourados (MS)
Carteiras devolvidas – 5
Não devolvidas – 7

6º Rio de Janeiro (RJ)
Carteiras devolvidas – 4
Não devolvidas – 8

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.