Bayern busca milagre contra máquina de gols Barcelona

Só milagre salvará o time alemão, na Alemanha
Só milagre salvará o time alemão, na Alemanha
Só milagre salvará o time alemão, na Alemanha

Alemanha – Marcar três gols e não sofrer nenhum de Lionel Messi e companhia: esse é o milagre que busca o Bayern de Munique de Pep Guardiola no duelo contra o Barcelona, na partida de volta das semifinais da Liga dos Campeões, nesta terça-feira na Alemanha.

“Missão Impossível”, “Precisa-se de um milagre”, escrevem os jornalistas, depois da dura derrota sofrida na semana passada na partida de ida no Camp Nou (3-0), na qual brilhou o Lionel Messi, que marcou duas vezes e foi o autor do passe para o gol de Neymar.

O que fazer agora para não deixar o time catalão marcar um golzinho sequer? O jeito é pensar positivo como Bastian Schweinsteiger, que espera que a terça-feira “seja um desses dias em que coisas incríveis podem acontecer no futebol”.

Para piorar, o Bayern vive má fase desde que garantiu o título do Campeonato Alemão. Derrotadas em casa pelo Augsburg (1-0) no sábado, o clube bávaro perdeu quatro jogos seguidos em todas as competições, algo que não acontecia desde outubro de 1991.

O ataque do time alemão também não vive grande fase. Nem o polonês Robert Lewandowski, nem Thomas Müller ou Mario Götze conseguiram balançar as redes nos últimos três jogos. – Lembranças da temporada passada -“Se só pensarmos em marcar gols, perderemos como no ano passado contra o Real Madrid”, alertou Guardiola, afirmando que “será preciso ter calma, controlar nosso jogo e ver o que acontece”.

O catalão quer evitar a todo custo aquela noite de pesadelo em 29 de abril de 2014, quando na partida de volta das semifinais da Champions o Real Madrid goleou por 4 a 0 em Munique a equipe bávara.

Sem possibilidades de conquistar a ‘tríplice coroa’ (Champions-Liga-Copa), o técnico quer pelo menos se despedir do campeonato continental com dignidade e, principalmente, evitar ser o primeiro técnico do Bayern a perder para o Barcelona em Munique.

Na Allianz Arena, o Bayern coleciona grandes goleadas. Nesta temporada, fez 7 a 0 no Shakhtar, da Ucrânia, para passar às quartas de final da Champions, nas quais goleou por 6 a 1 o Porto para garantir a vaga nas semifinais. A melhor lembrança, porém, é a vitória por 4 a 0 sobre o Barcelona nas semifinais da competição em 2013, um resultado que precisam repetir este ano para avançar à decisão, mas vale lembrar que, nesse jogo, Messi jogou machucado e não contava com os fiéis escudeiros Luis Suárez e Neymar.

– Duelo Messi-Ronaldo -No momento, o quatro vezes melhor do mundo vive grande fase, como mostrou com o golaço contra Manuel Neuer e a assistência para o gol de Neymar. Messi se mostrou prudente em relação à classificação à final, que, em caso de classificação, disputará pela quarta vez, depois dos títulos de 2006, 2009 e 2011.

“Conseguimos um bom resultado, mas devemos jogar lá, e jogar na Alemanha não é fácil. Em casa, eles são muito fortes”, elogiou o camisa 10 do Barça, que terá a oportunidade de vingar a dolorosa eliminação de dois anos atrás.

No sábado, “A Pulga” não marcou contra a Real Sociedad (2-0), mas foi o ponto de origem dos gols de Neymar e Pedro Rodríguez, ajudando a aproximar o Barça do título espanhol. Nesta terça-feira, o argentino poderá se distanciar do português Cristiano Ronaldo nas artilharias da atual edição da Champions (10 gols contra 9) e histórica da competição (77 contra 76), em mais um dos infinitos duelos entre os dois melhores jogadores do mundo. Ficha do jogo: Bayern de Munique: Neuer – Rafinha, J. Boateng, Benatia, Bernat – Alonso – Lahm (cap), Schweinsteiger (Götze), Thiago – Müller, Lewandowski. Técnico: Pep Guardiola. Barcelona: Ter Stegen – Alves, Piqué, Mascherano, Alba – Rakitic, Busquets, Iniesta – Messi, Suárez, Neymar. Técnico: Luis Enrique.

Amazonianarede-ESPN

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.