Banda Marcial da Escola Estadual Petrônio Portella comemora 36 anos com concerto

Grupo musical  foi criado no Projeto Fanfarra Escolar da Seduc Amazonas

Manaus, AM – A Banda Marcial da Escola Estadual de Tempo Integral Senador Petrônio Portella promove, situada no D. Pedro II, no próximo dia 16 de junho, um concerto em comemoração aos seus 36 anos de existência.

O evento acontece às 18h30 no Teatro Século, localizado na avenida Coronel Teixeira (estrada da Ponta Negra), no bairro da Ponta Negra, zona oeste de Manaus.

O espetáculo tem como objetivo apresentar um pouco da história da banda, com um repertório variado que vai do erudito ao popular e partilhar as emoções vividas ao longo da evolução do grupo.

De acordo com o maestro da banda, Wellington Brito, a apresentação será reservada apenas para convidados, familiares, amigos, professores e autoridades para celebrar o momento ímpar na história do grupo.

“O concerto de 36 anos é para mostrar para a sociedade o trabalho que é desenvolvido na escola Senador Petrônio Portella, as gerações que ali passaram. Tivemos várias conquistas em competições, mas acredito que a conquista maior é esse projeto ainda permanecer de pé ao longo desse tempo”, disse Brito.

Banda marcial

Criada em 2002, no projeto Fanfarra Escolar, da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc), a banda marcial da escola Senador Petrônio Portella, que fica localizada na avenida Bartolomeu Bueno, no bairro Dom Pedro, na zona oeste de Manaus, tem o objetivo de atender a diversidade cultural dos alunos da unidade de ensino.

Composta por 80 integrantes, incluindo estudantes do Ensino Médio e ex-alunos, a banda executa músicas de estilo clássico e popular.

Em 2010, ela foi elevada à categoria de banda marcial com a formação dividida em 15 integrantes no corpo coreográfico, 15 na linha de frente e 50 na banda.

 Trajetória

Conhecida como Drumpep, a banda marcial vem ganhando espaço no cenário competitivo. Não é a primeira vez que o grupo participa de eventos internacionais. A primeira ocorreu em 2014, no ‘World Championship Marching Show Bands’, realizado na cidade de Bragança Paulista, em São Paulo.

Na competição, o grupo chegou até as semifinais da batalha de percussão contra a equipe do Canadá (Calagary Stetson), conquistando medalha de bronze para o Amazonas. Foi a única banda representante da Região Norte.

A banda é bicampeã da batalha de percussão pela Cooperativa dos Instrutores e Regentes de Fanfarras e Bandas do Amazonas (Cirfabam), em 2015 e 2016.

Em 2017, a banda participou da competição em Roraima realizada pela Associação de Fanfarras e Bandas (ARRFABAN), onde o grupo conquistou premiações nas categorias “melhor regente”, “melhor linha de Frente”, “melhor mor” e “melhor percussão”.

Amazonianarede

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here