Assembleia ressalta os serviços prestados pela Defesa Civil no Amazonas

(Foto: Elisa Garcia Maia)

A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) realizou, nesta quarta-feira (9), Sessão Especial em homenagem à Defesa Civil pelos importantes serviços prestados ao povo do Amazonas.

O evento proposto pelo deputado estadual Marco Antônio Chico Preto (PMN) contou com a presença do subcomandante geral para ações de Defesa Civil do Amazonas, coronel Roberto Rocha Guimarães da Silva; da secretária do Estado do Meio Ambiente e do Desenvolvimento Sustentável, Camila Botelho do Amaral; do chefe substituto do Instituto Nacional de Meteorologia (Imet),Veríssimo Farias de Assis; gerente regional do Sistema de Proeteção da Amazônia (Sipam), Bruno da Gama Monteiro; e do Superintendente Regional de Negócios da Infraero, Rubem Ferreira Lima.

Na ocasião, foi entregue uma placa comemorativa e certificados de honra ao mérito a funcionários da Defesa Civil.

O deputado Chico Preto lembrou os desafios que a Defesa Civil enfrenta num estado com as características do Amazonas, com suas grandes distâncias e períodos de fortes secas e cheias, e defendeu que o órgão se torne uma secretaria de estado para o melhor desenvolvimento dos trabalhos realizados. “A Defesa Civil ainda é uma coordenadoria, enquanto outros estados com menores desafios naturais já possuem uma estrutura de secretaria de estado. Peço que o governador Omar Aziz (PSD) pense na possibilidade de uma estrutura permanente. A Defesa Civil precisa desta estrutura para responder à altura dos acontecimentos”, argumentou.

A secretária Camila Amaral lembrou a parceria entre a Defesa Civil e a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e do Desenvolvimento Sustentável em diversas ações e também declarou apoio à transformação da Defesa Civil em Secretaria de Estado. “O Amazonas precisa de uma secretaria que realmente tenha essa frente de trabalho onde a gente tenha segurança e a Defesa Civil possa se fazer presente no interior do Estado”, declarou.

O deputado estadual José Ricardo (PT) ressaltou a importância da atuação da Defesa Civil para a garantia da integridade e do amparo à população em ações emergenciais e citou um projeto de sua autoria, que tem como objetivo aumentar os recursos destinados à instituição. “O orçamento do Estado para a Defesa Civil, se não tiver sido alterado, é de R$ 2,6 milhões, o que representa 0,002% do orçamento do Estado. Realmente não dá pra fazer quase nada com esse recurso. Isso significa que apesar do esforço, da dedicação da Defesa Civil, o Estado ainda não colocou como uma prioridade a estruturação verdadeira da defesa civil do Estado”, criticou.

O deputado estadual Luiz Castro (PPS), por sua vez, também defendeu a valorização da Defesa Civil no Amazonas, principalmente no que diz respeito ao trabalho de prevenção. “Quando se fala na criação de uma Secretaria de Defesa Civil, ela não vai atuar apenas no socorro, mas muito na prevenção e vai se articular com as políticas de habitação, ser capaz de preparar a população civil e o Poder Público para o enfrentamento de catástrofes, de situações climáticas com grandes riscos, enfim, a interlocução da Defesa Civil tem que ganhar outro status, com recursos financeiros, como também com uma capacidade e visibilidade institucional maior”, defendeu.

Por fim, o coronel Roberto Rocha explicou que o maior problema da Defesa Civil hoje é a cultura da percepção do risco e sugeriu a continuidade dos agentes de Defesa Civil municipais, cujo trabalho de capacitação vem sendo realizada há 4 anos, em face das mudanças de administração há cada novo prefeito. “É salutar que os prefeitos coloquem pessoas de sua confiança, mas isso é uma quebra muito grande de continuidade do trabalho de defesa civil, pois há um perfil e não é fácil esse tipo de trabalho”, observou.

Roberto Rocha informou ainda que a Defesa Civil auxiliou 480 mil pessoas afetadas por desastres e que possui um cadastro com 8 mil famílias afetadas com enchentes que serão contempladas com casas populares dos Ministérios das Cidades e da Integração.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.