Assembleia presta homenagem aos 65 anos da Rádio Difusora

(Foto: Elisa Garcia Maia/Aleam)

Os 65 anos da rádio Difusora do Amazonas, fundada em 24 de novembro de 1948 pelo jornalista Josué Cláudio de Souza, foram o destaque nesta terça-feira (26), no plenário da Assembleia Legislativa do Amazonas, com uma sessão especial com as presenças do governador Omar Aziz (PSD), do prefeito de Manaus, Artur Neto (PSDB), e autoridades dos poderes constituídos, que prestaram homenagem a um dos mais tradicionais veículos de comunicação do Amazonas.

Requerida pelo vice-presidente Belarmino Lins (PMDB) e subscrita por todos os deputados, a sessão homenageou, segundo o autor, “um veículo de comunicação dos mais respeitados do Estado do Amazonas”. Belão citou que a Rádio Difusora “é uma empresa de histórica tradição na comunicação e representa genuinamente a formação do capital profissional na comunicação do Amazonas”, disse o deputado, referindo-se às três gerações da mesma família que comandaram ou comandam o empreendimento ainda hoje.

Um vídeo apresentado pelo sucessor de Josué Cláudio de Souza, Josué Filho mostrou a história da Difusora desde os tempos de sua fundação, quando oito amigos se juntaram para financiar a criação da emissora e depois alguns abandonaram o projeto diante das dificuldades para a sua manutenção. Mostrou também as gerações de profissionais que trabalharam e trabalham na rádio até os dias de hoje.

Em seguida, o presidente Josué Neto abriu a palavra aos deputados, começando pelo deputado Arthur Bisneto (PSDB), que prestou homenagem aos fundadores e profissionais que consolidaram a marca Difusora e as pessoas humildes que contribuem com sua audiência para o sucesso da emissora. Luiz Castro (PPS) citou a Difusora como referência na radiodifusão na região e preconizou que apesar dos avanços tecnológicos, a rádio vai se manter – “porque a Amazônia desafia as comunicações até mesmo nos tempos da internet”.

O líder do PROS, Sidney Leite, lembrou que a comunicação via rádio da Difusora conseguiu unir um Estado com três fusos horários; Orlando Cidade (PTN) também destacou a Difusora como fator de integração do interior do Amazonas e o líder do PT Sinésio Campos referiu-se ao rádio não somente como um instrumento de ouvir, “mas que nos transporta ao campo do imaginário”.

Falando em nome da equipe da Rádio Difusora, o vice-presidente do TCE, Josué Filho, lembrou a tradição familiar e profissional da emissora, segundo ele “uma rádio de onde a gente só sai morto”. Ele próprio se declarou como exemplo, depois de 41 anos trabalhando todos os domingos, ainda hoje é plantonista. “E na antevéspera dos 70 anos eu vou trabalhar junto com o Waldir pra acordar vocês”, advertiu.

Além do governador Omar Aziz e do prefeito Artur Neto, participaram da sessão especial o corregedor geral de Justiça, desembargador Yedo Simões, o presidente do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE) Érico Desterro, secretários de Estado e do Município, diretores e funcionários da emissora homenageada. A diretora geral da Difusora, Maria do Carmo Miranda, recebeu uma placa comemorativa ao evento.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.