Assaltante e estuprador é preso no Grande Vitória, zona leste de Manaus

(Foto: Ascom)

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação do 4º Distrito Integrado de Polícia (DIP), coordenada pelo Delegado Titular, Alessandro Albino, prendeu na tarde dessa terça-feira (17), por volta das 16h30, Bruno Horlando Macedo da Silva, 23, em cumprimento de mandado expedido no dia 20 de março deste ano pelo juiz Carlos Alberto Barbosa da Silva, da 3ª Vara Criminal.

Bruno vendia churrasquinho em uma banca localizada na rua Alameda Cosme Ferreira, bairro do São José, Zona Leste da capital, quando foi abordado pelos Policiais Civis. Ele é suspeito de roubar e estuprar uma mulher de 37 anos no dia 6 de fevereiro deste ano, no bairro Grande Vitória, Zona Leste de Manaus.

De acordo com o Delegado Titular do 4º DIP, Alessandro Albino, a vítima, na época, relatou que o suspeito teria entrado na residência dela por volta das 5h da manhã e acordou no quarto com ele em cima dela.

“Bruno utilizou uma faca para intimidar a vítima e a colocou no pescoço da mulher. Ele ainda a ameaçou de morte caso ela não colaborasse. Após conseguir convencê-la a entregar o aparelho de som da casa, ele teria exigido que ela fizesse sexo oral nele. Obtendo uma resposta negativa, o suspeito teria falado que acordaria a filha de 11 anos da vítima para obter o que queria. Foi quando ela passou a obedecê-lo”, explicou Alessandro Albino.

Dois dias após o ocorrido, a vítima retornou ao DIP e reconheceu o autor do crime por meio de fotos. Segundo o Delegado Titular do 4º DIP, as investigações foram iniciadas e na tarde de ontem eles conseguiram prender o suspeito após o recebimento de denúncia anônima.

Na tarde desta quarta-feira (18), Bruno foi autuado pela autoridade policial por roubo e estupro. Após os procedimentos cabíveis, ele foi encaminhado para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irá aguardar decisão da Justiça.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.