Amazonas tem melhor desempenho em três anos, aponta Caged

(Reportagem: Gisele Rodrigues)

Estado gerou 2.099 empregos celetistas, destaque para a indústria.

A geração de empregos no Amazonas obteve o melhor resultado, para o período, desde 2011, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego, nesta sexta-feira (20).

Foram criados 2.099 postos de trabalho no mês de agosto, o que representa um crescimento de 0,46% em relação ao mês anterior.

O desenvolvimento do setor industrial impulsionou os números no mês de agosto, registrando 930 empregos, seguindo a projeção ascendente estão a construção civil com 619 postos e o comércio com 524 empregos celetistas.

De acordo com o titular da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Amazonas (SRTE/AM), Dermilson Chagas, “houve uma retração na indústria e no comércio nos meses anteriores que veio refletir neste mês de agosto no setor de serviços”, essa atividade econômica obteve uma ligeira queda de 249 postos de trabalho no mês de agosto.

No entanto o titular da SRTE/AM projeta uma expectativa de crescimento nos próximos meses, inclusive para o setor de serviços. “Como eu adiantei em julho, as sazonalidades do dia das crianças e festas de fim de ano garantem o crescimento ainda maior nos próximos meses, visando atender essa demanda”, salienta Chagas.

Brasil – Em agosto, foram gerados 127.648 empregos formais equivalentes ao crescimento de 0,32% em relação ao mês anterior. Seis dos oito setores da economia tiveram bom desempenho. Na contramão do Amazonas, o país gerou o maior estoque no setor de serviços (+64.290), em segundo lugar destaque para o comércio 50.070 empregos, seguido da indústria com aumento de 11.347 postos.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.